A Dança Lenta

A Dança Lenta

Dança Lenta

Já alguma vez viste miúdos num carrossel?

Ou escutaste a chuva a bater no chão?

Alguma vez seguiste o voo errático de uma borboleta?

Ou contemplaste o Sol a esbater-se na noite?

É melhor abrandares. Não dances tão rápido.

O tempo é curto. A música não vai durar.

Passas pelos dias a correr?

Quando perguntas “Como estás?” ouves a resposta?

Quando o dia termina, ficas deitado na tua cama… com as próximas cem tarefas a girar-te na cabeça?

É melhor abrandares. Não dances tão rápido.

O tempo é curto. A música não vai durar.

Alguma vez disseste ao teu filho “Fazemos isso amanhã?” e na tua pressa, não reparaste na tristeza dele?

Alguma vez perdeste o contato ou deixaste uma boa amizade morrer… porque nunca tinhas tempo para telefonar e dizer “olá”?

É melhor abrandares. Não dances tão rápido.

O tempo é curto. A música não vai durar.

Quando percorres tão depressa para chegar a algum lado… perdes metade do divertimento de lá chegar.

Quando te preocupas e aceleras pelo dia afora, é como atirar fora um presente por abrir.

A vida não é uma corrida. Vai mais devagar.

Ouve a música antes da canção acabar.

Timothy Ferriss no livro “4 Horas por Semana”

É bom olhar para trás e sentir que fizeste o que tinha de ser feito ou que entregaste todo o teu suor a um ou mais projetos, mas mais importante que isso… a vida, a tua vida como está?

Será que tens andado a tanto velocidade que não tens reparado nos detalhes que alimentam o teu caminho?

Tens dado conta que a “canção” pode acabar amanhã e por falta de tempo já perdeste de vista muitos dos teus sonhos?

Lembra-te do exemplo de Steve Jobs que perguntava a si próprio todas as manhãs em frente ao espelho:

“Steve, se hoje fosse o último dia da tua vida desejarias fazer o que estás prestes a fazer hoje?”

Sorri e aproveita cada momento da tua vida como se fosse o último, porque a vida não é uma corrida que tem de ser ganha, mas sim uma corrida que deve ser desfrutada.

Um abraço e pensa nisso 😉

Deixa o teu comentário!

comentários