Dinheiro para que te quero?

Dinheiro para que te quero?

Só tem dinheiro quem gasta menos do que aquilo que ganha!

Faz sentido para ti?

Acredito que sim! Mas vou acrescentar mais alguma imaginação a esta ideia…

É sem dúvida um facto. Quem gasta mais do que aquilo que ganha nunca conseguirá ter dinheiro ou mesmo uma vida confortável e o mais certo é ter de andar sempre a depender de dinheiro emprestado.

Mas o que é o dinheiro?

Dinheiro é papel, nada mais. É uma matéria inerte que só serve para gastar, investir ou poupar. O dinheiro não pensa, não fala, não sente, não se move sozinho e só funciona se alguém lhe juntar energia e imaginação.

Agora pergunto, será que quem tem dinheiro não precisa de preocupar-se com o dinheiro? Ou será que quem tem dinheiro tem dinheiro porque não perde tempo a preocupar-se o dinheiro?

Simplificando… o que será melhor?

1. Preocupares-te com o dinheiro que não tens?
2. Transformares a tua preocupação em energia, foco e esforço para ganhar dinheiro?

Eu escolho a segunda opção. E tu?

Se te focas no facto de não ter dinheiro, dificilmente conseguirás ter dinheiro, porque estás a focar-te no lado errado da equação. Não deves investir o teu tempo, energia e imaginação com pensamentos negativos, mas sim com a ação construtiva e positiva da tua vida financeira.

Relembro algumas regras de ouro que tu já sabes:

• Gastar menos do que aquilo que ganhas;
• Poupar, poupar e poupar pelo menos 10% do teu rendimento mensal;
• Não usar cartões de crédito sem ter dinheiro para os saldar;
• Comprar a pronto pagamento, salvo algumas exceções.

Antes de entregares uma nota a alguém ou passares o teu cartão em qualquer maquineta lembra-te:

“É mesmo, mesmo, mesmo necessário comprar? É uma questão de sobrevivência?”

Se a resposta for “não”, já sabes o que deves fazer!

Um abraço e pensa nisso 😉

Deixa o teu comentário!

comentários