Gostas do que fazes?

Gostas do que fazes?

Gostas do que fazes? Sentes-te realizado na tua vida profissional? Estás motivado para mais um dia de trabalho? Trabalhas por prazer?

Se a tua resposta a estas perguntas foi “não”, lembra-te que só aceitas esta situação porque consciente ou inconscientemente queres, ninguém te obriga!

Geralmente, o mais fácil é envolveres-te num “mar” de razões (desculpas) que fazem sentir-te confortável e com pouca ambição de mudar. Por exemplo, o conforto das frases mais típicas:

• Não gosto do que faço, mas tenho de fazer;
• Tenho contas para pagar;
• Preciso de sustentar a minha família;
• Prefiro estar onde estou do que correr riscos;
• Ganho o suficiente.

Se não te sentes motivado por que é que esperas que as coisas melhorem à tua volta?

É urgente que tomes a decisão de mudar a tua vida. Se não o fizeres, o mais certo é continuar desmotivado, sem aumento salarial, sem progressão na carreira… exatamente onde estás, apenas a ver os anos a passar!

Ninguém é bem sucedido profissionalmente num trabalho que não gosta de fazer. Está na hora de acordares, ganhares coragem e despertares o gigante adormecido que existe dentro de ti!

• Começa por pequenos passos;
• Sê empenhado;
• Não abandones tudo de uma vez;
• Toma as decisões gradualmente;
• Leva mais vezes à ação.

Quem gosta realmente do que faz “nunca vai trabalhar” na vida!

Abraço e pensa nisso 😉

Deixa o teu comentário!

comentários