O interior é o mais importante!

O interior é o mais importante!

Um grupo de colegas bem sucedidos nas carreiras decidiu ir fazer uma visita a um professor já reformado.

Durante a visita a conversa centrava-se na crise, no stress do trabalho, nas vidas intensas e na falta liberdade… enfim, tudo negativo.

Já cansado da conversa o professor decidiu perguntar:

– Querem tomar uma chávena de chá quente?

Todos os alunos aceitaram o convite e o professor foi à cozinha preparar o chá. Poucos minutos depois o professor regressava à sala com uma chaleira e várias chávenas todas diferentes.

– Podem servir-se. – disse o professor.

Após todos já terem a sua chávena com chá na mão o professor acrescentou:

– Reparem como todos procuraram escolher as chávenas mais bonitas e dispendiosas, deixando ficar no tabuleiro as chávenas mais vulgares… embora seja normal que cada um pretenda para si o melhor, é isso a origem dos vossos problemas.

O silêncio pairou na sala e o professor continuou a sua reflexão:

– Quase todas as chávenas são requintadas e algumas nem deixam ver o que estão a beber. Mas na realidade o que todos vocês querem é beber o chá e não comer a chávena. No entanto, conscientemente escolheram as melhores chávenas.

Enquanto alguns dos alunos pensavam nas palavras do professor, outros começavam a ficar extremamente embaraçados, mas mesmo assim o professor continuou a sua observação:

– Considerem que a vida é o chá e que o dinheiro, a posição social  e a aparência são as chávenas. Estas são apenas meios de conter e servir a vida. A chávena que cada um possui não define nem altera a qualidade da vossa vida. Por vezes, ao concentrarem-se apenas na chávena acabam por nem apreciar o chá que estão a beber. As pessoas mais felizes nem sempre têm o melhor de tudo, apenas sabem aproveitar ao máximo o que têm. 

Após alguns minutos de reflexão o professor acrescentou:

– Vivam a vida com simplicidade, amem os outros generosamente, ajudem os outros com empenho, tratem os outros com gentileza e apreciem o vosso chá quente.

Autor Desconhecido

O “chá” é o que dá vida à tua vida. Não fiques “cego” ao ponto de só te importares com a “chávena” e deixares o “chá” arrefecer.

Aproveita a vida para partilhar o teu “chá” com os outros e mantém a tua “chávena” meio cheia para que possas também provar e beber o “chá” dos outros.

Abraço e tem um ótimo dia 😉

Deixa o teu comentário!

comentários