O problema que era só de um!

O problema que era só de um!

“Era uma vez, um rato muito curioso que vivia numa fazenda. Certo dia os donos da fazenda decidiram colocar um quadradinho de queijo numa ratoeira para apanhar o rato. Como o rato era curioso, logo que sentiu o cheiro a queijo foi espreitar e eis que se depara com a ratoeira armada. Aterrorizado, o rato correu pela fazenda a alertar os outros animais.

– Galinha, galinha! Há uma ratoeira em casa!

– Acredito que isso seja um grande problema para ti, mas a mim não me prejudica em nada. – disse a galinha.

– Porco, porco! Há uma ratoeira em casa!

– Desculpa Rato, mas não há nada que eu possa fazer por ti a não ser rezar. – disse o porco.

– Vaca, Vaca! Há uma ratoeira em casa!

– E eu ralada! Por acaso estou em perigo? Acho que não! – disse a vaca.

Triste e abatido o rato voltou a casa para enfrentar sozinho o desafio. Naquela mesma noite ouviu-se o estalar da ratoeira e a mulher do fazendeiro foi ver o que se passava. Como estava escuro, ela não percebeu que o que tinha ficado preso na ratoeira era uma cobra venenosa e a cobra acabou por picar a pobre senhora.

O fazendeiro aflito levou a mulher ao hospital. O médico observou a senhora e recomendou repouso absoluto e uma dieta com muita sopa.

Logo que o fazendeiro chegou a casa, foi buscar a faca e “zás”… cortou o pescoço à galinha para fazer uma canja. Como a senhora não ficou melhor, a família e os amigos vieram visitá-la e para o almoço o fazendeiro decidiu matar o porco. A senhora continuou doente e acabou por falecer. Como vieram muitas pessoas para o funeral o fazendeiro decidiu matar a vaca.”

Autor Desconhecido

O problema de um é o problema de todos e isso aprendi aqui em Angola, onde a cultura ensina a conviver não como amigos ou colegas, mas sim como irmãos.

Sempre que alguém partilhar um problema contigo, deves ajudar essa pessoa a procurar uma solução para vencer esse desafio. É verdade que tu não fazes parte do problema, mas podes fazer parte da solução.

Um abraço e pensa nisso 😉

Deixa o teu comentário!

comentários